sexta-feira, 30 de setembro de 2016

Palavras Soltas...

Antes de começar a leitura coloque a música para tocar...


We<3It

Hoje eu acordei com uma vontade enorme de dizer que Te Amo, assim mesmo sem ver nem pra quê, simplesmente surgiu vontade e ela ficou tão grande e transbordante que tive que fazer dela letras para acalmar a saudade. Não faz muito tempo que você se foi, na verdade eu nem sei ao certo se você foi, mas tudo em mim ainda respira e inspira lembrança sua em toda parte que vou. Já tentei fugir dos fantasmas, já pensei em ir embora pra não mais voltar pra um lugar qualquer onde não tenha nada que possa dizer que represente nós dois, mas não adiantaria, pois tudo o que representa nós dois está dentro de mim e não somente ao meu redor.

Você esta ai em algum lugar não muito distante de mim e é isso que tira o sono, a distancia só se faz presente porque nos obrigamos a ficar longe... Longe e ao mesmo tempo tão perto, sinto teu cheiro em todo lugar, a cama pequena agora é tão grande e o meu filme favorito não consigo mais ver sem que os olhos embace e a garganta feche. Cada pequeno pedaço em mim é seu, nenhuma promessa minha foi em vão e todas as vezes que te disse palavras de amor não foram da boca para fora. Joguei fora a segunda escova de dentes e o vidro de shampoo seco, como se pudesse jogar fora você do meu coração, grande engano, você segue vivo a cada batida que ele dá.

Não demore a voltar, pois nada estamos fazendo se não magoando um ao outro, engolindo orgulho e bebendo tristeza; as mudanças que haviam para ser feitas já foram todas instauradas e implementadas, até mesmo a lua entristeceu-se com seu partir e a brisa que sopra sussurra no ouvido que devemos seguir, não separados, mas juntos pois não se deve deixar ir alguém que pode lhe fazer ser o melhor que pode ser...

domingo, 11 de setembro de 2016

Filme: Resenha - Esquadrão Suicida (Suicide Squad)


Oi Oi Lunatic's!! Tudo bem por aqui? Saudades do meu cantinho, mas estou voltando com toda a força e gás, muitas postagens já pré-produzidas e só prontas para finalizar para trazer pra vocês, resenhas de livros e muito mais. Então sem mais delongas vamos a nossa resenha do filme Esquadrão Suicida.

Direção: David Ayer
Gênero: Ação, Fantasia
Duração: 130min (2h03min)
Distribuidora: Warner Bros
Orçamento: US$175 milhões
Estreia: 04 de Agosto de 2016
Sinopse: Baseado nas histórias em quadrinhos da DC Comics, o longa acompanha a missão de um grupo formado por supervilões que começam a trabalhar para o governo em troca do perdão de suas penas. Amanda Waller, oficial de inteligência dos EUA, decide reunir um grupo secreto de indivíduos dispensáveis para proteger o país de meta-humanos e outras ameaças capazes de destruir o poderio militar norte-americano em segundos. Pistoleiro, Arlequina, Bumerangue, Amarra, Croc se unem a Rick Flag na missão de suas vidas.

Resenha:
Esquadrão Suicida foi mais um filme com um marketing incrível que nos leva a acreditar que o filme será épico, uma aposta alta da DC após Batman X Superman e que deu muito certo, apesar das criticas nada positivas mundo afora o filme já ultrapassa os 600 milhões de dólares de bilheteria. O filme aposta em um grupo de anti-herois para salvar o mundo, enquanto os nossos herois (batman e superman) estão passando por problemas pessoais. Lançado logo após Batman x Superman, esquadrão suicida tem um fio de conexão forte e a estória só desenrola devido ao fim do filme anterior.


Com um elenco de primeira classe, Esquadrão Suicida é um filme de tirar o folego sim (mesmo que as criticas profissionais por ai digam o contrario), formado pelos vilões Arlequina Pistoleiro Crocodilo Diablo Capitão Bumerangue Magia, comandados pelo Capitão Flag e Katana sob ordem de Amanda Wallet, os vilões são convocados não para salvar o mundo mas para serem culpados quando o plano sair errado. Logo nas primeiras cenas somos capazes de definir o que vai dá errado, mas isso não faz do filme um completo clichê, até porque colocar vilões para salvar o dia é de longe um clichê. A personalidade unica de cada personagem faz do grupo uma aposta alta onde as chances de erro são bem maiores do que as de acerto, e é por isso que existe Amanda Wallet, a única coisa que faz os vilões ficarem onde estão, sobre o coringa do Jared Leto prefiro simplesmente não comentar muito pois uma frase que já foi muito usada resume tudo, o pior coringa do cinema sem dúvidas.

Aos poucos somos apresentados nem que seja muito rapidamente aos personagens, que convenhamos tirando um ou outro, se não fosse a reação da sociedade eles poderiam ser ótimos herois, pois o que fica claro é que eles são movidos por amor e moldados por serem excluídos da sociedade devido as suas diferenças. Sobre a atuação do elenco é impossível fazer a critica desse filme e não citar a atuação PERFEITA da atriz Margot Robbie que faz da Arlequina exatamente tudo o que era esperado e um pouco mais, entrei no cinema gostando da Arlequina e sai do cinema amando-a. A atuação do Will Smith também é admirável, mesmo que muitos fãs sintam falta do pistoleiro e sua mascara, e não poderia deixar de citar a atuação que faz de Amanda Wallet a verdadeira vilã da narrativa.

O roteiro deixa sim um pouco a desejar, afinal quem não gostaria de ver um pouco mais sobre os personagens, e como muitos já citaram o inicio do filme realmente é atropelado, mas é um atropelo necessário para que o mesmo não fique extenso e cansativo, não que eu concorde com essa mania da DC de encher os filmes de corte para poder fazer um Edition Extend em DVD ou Bluray, mas é uma jogada de marketing deles que está dando lucro, prejudica no cinema, mas dá lucro e no final isso é o que realmente importa. Enquanto a trilha sonora casa com cada cena sendo extremamente importante para criar o ambiente do filme, os efeitos do 3D são quase imperceptivos, mas no conjunto geral o filme agrada muito mais do que deixa a desejar.

Sai do cinema querendo mais, e com sinceridade a DC tem muitos pontos bons e soltos nesse filme que pode sim ser aproveitado num futuro, a Arlequina é merecedora de um filme solo e Esquadrão Suicida merece uma sequência. A cena pós-crédito é maravilhosa e mais uma vez amarra firme as pontas soltas dos filmes da DC, e o que fica são mais expectativas para os filmes futuros.

Contem-me a opinião de vocês, já assistiram o filme? Gostaram? Vou adorar saber a opinião de vocês nos comentários.
Beijos!!

Você Vai Gostar de Ler:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...